Devo subscrever Depósitos a prazo sem mobilização antecipada?

0

A banca nacional continua a enfrentar situações de falta de liquidez, apesar do programa de alívio quantitativo promovido pelo Banco Central Europeu. Essas situações levam a que os bancos tentem minimizar as variações nos seus rácios de “estabilidade”, de modo que os bancos portugueses têm vindo a oferecer depósitos a prazo sem mobilização antecipada.

Este tipo de depósitos tende também a ser oferecido em momentos em que os bancos prevêm um aumento das taxas de juro oferecidas, de modo a evitar que os clientes mobilizem o depósito anterior e criem um novo depósito com condições muito mais atrativas. Todavia esta 2ªrazão não está em causa em Portugal durante este ano de 2015, pois a Taxa Euribor tem descido fortemente a todos os prazos o que indica que os juros vão continuar a ser muito baixos.

Este tipo de depósitos pode ser uma solução interessante num momento em que os CTT já não oferecem certificados do tesouro a taxas de 3 a 5%.

O que é um depósito sem mobilização antecipada?

Um tradicional depósito a prazo permite que você levante o montante nessa conta a qualquer altura durante a vigência do depósito havendo uma penalização parcial ou total dos juros oferecidos. O montante depositado fica normalmente disponível na sua conta à ordem em cerca de 1 dia útil.

Um depósito sem mobilização antecipada não permite que você levante nenhum montante seja parcial ou totalmente durante a vigência do depósito. Isto significa que se houver alguma oportunidade de investimento ou necessidade de capital para seu usufruto, você não vai poder levantar o seu dinheiro.

Porque é que as taxas nestes depósitos sem mobilização são mais altas?

Em primeiro lugar as taxas aumentam porque o banco não tem que estar preocupado com as mobilizações antecipadas dos clientes, isto é, imaginemos que o Novo Banco enfrenta uma nova possibilidade de colapso: os clientes não podem levantar os seus depósitos a prazo, o que permite que os rácios de liquidez do banco não sejam afetados. Em segundo lugar, as taxas são mais elevadas porque é necessário um incentivo extra para o cliente optar por estas aplicações – se um cliente pode optar por um depósito a prazo sem mobilização antecipada vs um depósito a prazo com mobilização antecipada à mesma taxa, o cliente irá sempre priveligiar um depósito com mobilização antecipada permitida.

Devo optar por um depósito deste género?

1. Em primeiro lugar lembramos que deverá evitar colocar mais de 100 mil euros em depósitos num banco porque esse é o montante máximo coberto pelo Fundo de Garantia de Depósitos em Portugal.

2. Depois pense se você irá precisar do dinheiro que vai colocar num depósito a prazo sem mobilização no prazo indicado. Se houver probabilidade de vir a precisar do dinheiro, evite este tipo de depósitos.

3. Avalie o banco em questão. Se o banco está em dificuldades ou existem rumores de dificuldades financeiras nesse banco opte por escolher outro tipo de depósito a prazo para que no momento de agravamento dessas dificuldades você possa rapidamente levantar o seu dinheiro.

4. Avalie o período de vigência do depósito. Lembre-se que quanto maior for o período de vigência, maior é o risco para si pois por um lado um banco sem dificuldades hoje, pode entrar em fortes dificuldades daqui a 1 ou 2 anos. Por outro, você não tem uma boa noção da sua estabilidade financeira pessoal nesse período: O seu emprego é garantido? As suas economias estão bem diversificadas? Lembre-se também que daqui a 1 ano podem haver depósitos com melhores taxas devido ao programa de alívio quantitativo do BCE que proporcionará aumentos na inflação e consequentemente nas taxas de juro que os bancos.

5. Veja se os ganhos pela ausência de mobilização são suficientemente elevados para compensar o risco acrescido. Se a variação da taxa é de apenas 0.1% será que vale o risco acrescido? Pondere.

O que teria acontecido se eu tivesse um depósito não mobilizável no BES ou no BPN?

As decisões tanto do governo PS como do governo de coligação PSD+CDS/PP tem sido na perspetiva de proteger os ativos dos clientes que estão garantidos pelo fundo de garantia de depósitos bancários. Tal decisão não se aplica apenas ao BPP que era um banco mais pequeno. Ou seja, até ao momento a regra indica que se o banco insolvente for suficientemente grande, o dinheiro dos depositantes fica protegido independentemente do montante, mas se se tratar de um banco pequeno e houver insolvência, o mais provável é você só reaver o seu dinheiro até um montante de 100 mil euros.

Seguindo esta regra, podemos dizer que é mais seguro ter um depósito não mobilizável acima de 100 mil euros num banco como o Novo Banco que vai ser adquirido por um banco ainda maior ou o BCP do que num Privat Bank ou num Banco BIG.

Qual a oferta disponível de de depósitos a prazo não mobilizáveis?

Analisamos a oferta atual das principais instituições financeiras nacionais e especialmente, a oferta dos bancos que têm por norma as taxas mais elevadas nos depósitos. Eis a tabela comparativa:

[table]

Banco,  Período, Tx. com Mobilização, Tx. sem Mobilização

Banco BIG, 100 dias, 1.5%, 0.7% (90 dias)

Banco BIG Renda Mensal, 12 meses, 1.1%, 1%

Banco BIG Renda Mensal, 6 meses, 1.1%, 0.9%

Banco BEST novos clientes, 3 meses, 3.25%, 1%

Novo Banco, 92 dias, 1.5%, 1.3%

Millenium BCP Depósito Já, 92 dias, 1%, 0.75%

Millenium BCP Depósito Já, 183 dias, 1.25%, 0.875%

ActivoBank Renda Mensal, 183 dias, 1.6%, 1.6%

ActivoBank Renda Mensal, 12 meses 1,8%, 1.6%

DP GoBulling Rendimento Mensal, 12 meses, 1.4%, 0.75%

Privat Bank Clássico, 12 meses, 2.25%, 1.5%

[/table]

O Novo Banco oferece a melhor taxa para um depósito não mobilizável de 92 dias e o Privat Bank oferece a melhor taxa para o período de 12 meses, a 1.4%. Estranhamente o Activobank oferece a mesma taxa em depósitos mobilizáveis e não mobilizáveis, sendo que a única diferenca é que nos não mobilizáveis os juros são pagos mensalmente. O Banco BEST vence na categoria de novos clientes, num depósito que pode ser subscrito aqui online. A Caixa Geral de Depósitos oferece depósitos não mobilizáveis considerando cada caso como um caso. Já o BPI apenas oferece depósitos em que apesar dos depósitos serem mobilizáveis a perda de juro é total.

Poderá analisar a lista completa de depósitos a prazo aqui: http://www.depositoaprazo.com/comparador-depositos-a-prazo/

DEIXE UMA RESPOSTA