Poupança Start – ative o mealheiro

1

O depósito a prazo Poupança Start é uma proposta financeira do Activo Bank para aforradores que procurem uma rentabilidade no horizonte de 6 meses ou 1 ano para capitais acima dos 3 mil euros. Este depósito não permite renovações nem reforços, sendo o máximo aplicável de 45 mil euros.

A taxa de juro (TANB) varia entre os 3%, para 183 dias, e os 3,15% para 366 dias, o que corresponde, depois de deduzido o IRS, a uma taxa de juro líquida (TANL) de 2,16% e 2,268%, respetivamente.

O acesso a este depósito é talhado para novos clientes, dado que terão de deter o cartão “Poupança Start”, que apenas é entregue a novos Clientes, primeiros titulares, na abertura de conta. Este cartão tem a validade de 3 meses após a abertura de conta de depósitos à ordem e pode ser transmitido a familiares e amigos, pelo que, no máximo, cada novo cliente poderá acumular dois cartões para constituir o depósito a prazo e, por isso, aplicar um máximo de 90 mil euros.

 


um depósito para ativar a poupança
um depósito para ativar a poupança

 

A aplicação permite a mobilização antecipada, parcial ou total, em qualquer momento da vigência do depósito a prazo, ainda que sujeita a penalização de juros contados sobre o montante desmobilizado, segundo os seguintes critérios: antes de decorrido 25% do prazo – penalização de 100%; entre 25% e 50% do prazo decorrido – penalização de 75%; entre 50% e 100% do prazo decorrido – penalização de 50%. Assim, na tabela seguinte pode verificar as condições associadas ao Poupança Start.

Condições Poupança Start

[table]

Nome, Prazo, TANB, TANL, Depósito mínimo, Renovações, Reforços, Mobilização Antecipada

Poupança Start, 183 dias, 3%, 2.16% , 3000, não , não , sim com penalização

Poupança Start, 366 dias, 3.15%, 2.268%, 3000, não, não, sim com penalização

[/table]

 Consulte aqui a ficha de informação normalizada.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorObrigações Caixa Geral de Depósitos 9%
Próximo artigoNet Activo – escolha o prazo que mais lhe convem
Economista de formação e jornalista por devoção, tenho procurado nos últimos anos desenvolver competências na área da prospectiva económica, com foco nas questões da globalização e sustentabilidade. A incerteza é uma matéria-prima crucial na reflexão sobre o nosso futuro colectivo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA